• Campus Universitário Zeferino Vaz, Campinas - SP - Brazil
  • obesity.ocrc@gmail.com
  • 55+ 19 35217191

Uma Historinha focada no Diabetes

Estar com diabetes não é fácil. A gente precisa aprender e compreender novos termos (como "insulina", "glicemia", "carboidratos"...), precisa cuidar da alimentação com dedicação, acompanhar direitinho a quantidade de açúcar no sangue...é muita coisa! E, às vezes, é tanta novidade que acabamos nos perdendo. Ficamos sem entender alguns conceitos básicos sobre o diabetes. As dúvidas vão acumulando rapidinho - e, quando há muitas perguntas e poucas respostas, não tem jeito: o controle da glicemia sempre piora!

É por isso que os especialistas em diabetes do OCRC criaram esta HQ, que conta o que aconteceu na casa do João, jovem diabético tipo 1, quando sua tia Ana revelou que havia sido diagnosticada com o diabetes tipo 2. O gibi traz muita informação de qualidade sobre o que é o diabetes e o que podemos fazer para cuidar bem da saúde. Além disso, há um quiz divertido no final da revistinha - as respostas das perguntas você encontra lá em baixo neste site! Esperamos que todos se divirtam e aprendam muito!

LEIA A HQ AQUI!

Clique sobre a imagem abaixo para abrir, em tela cheia, a revistinha!


Vamos ver as respostas das perguntas?

Acompanhe a seguir as respostas corretas para as questões da última página da HQ! Mas atenção: só entra de verdade para o 'Clube dos Docinhos' quem acertar a maioria das perguntas!! :) Vamos lá?

Pergunta 1: Assinale a alternativa correta...

A) - ERRADA. Poder ou não poder comer doces depende do quão bem o diabético controla as taxas de açúcar no sangue. Afinal, se o corpo já tem dificuldades em controlar a quantidade de açúcar, fica muito complicado trabalhar direito quando se tem açúcar em excesso! Por isso, se as porções de doces forem pequenas, se os doces forem ingeridos não muitas vezes na semana e se o diabético acompanhar direitinho as variações na glicemia (eventualmente corrigindo caso fique muito alta), daí então pode-se comer doces! De preferência, aqueles com menor quantidade de açúcares e gorduras - uma dica são os chocolates com alto teor de cacau, que são um pouco mais caros, mas que contêm muito mais vitaminas e nutrientes!

B) - ERRADA. É o contrário: a insulina é o que faz a quantidade de açúcar no sangue diminuir, uma vez que o transporta para dentro de nossas células, para que ele possa ser utilizado como fonte de energia.

C) - CORRETA!. É verdade: o tipo 1 é mais comum nos mais jovens, e o tipo 2 em adultos e idosos. Mas é bom ter em mente que, hoje em dia, devido à epidemia de obesidade e sobrepeso, há muito mais crianças sendo diagnosticadas com diabetes tipo 2 do que antigamente.

D) - ERRADA!. Ao longo da vida de quem está com diabetes, é muito mais comum que haja episódios de excesso de açúcar no sangue do que falta de açúcar no sangue. Por isso, as complicações mais comuns são decorrentes do excesso de açúcar. Entre elas, podemos destacar a neuropatia diabética, caracterizada por dores, sensações de formigamento ou falta de sensibilidade nos membros, causada quando o açúcar causa danos aos pequenos vasos sangüíneos que nutrem nossos braços e pernas. Por isso é muito importante manter a glicemia SEMPRE dentro dos valores corretos!

Pergunta 2: Qual a diferença básica entre o diabetes tipo 1 e o tipo 2?

A) - ERRADA. Tanto no diabetes tipo 1 quanto no tipo 2 há excesso de açúcar no sangue, por isso tomamos medicamentos para controlar a glicemia ou, no caso do tipo 2, adotamos hábitos de vida mais saudáveis. A questão é errada ao falar que há excesso de insulina no tipo 1; na verdade, há falta, pois o próprio corpo destrói as células produtoras do hormônio neste tipo de diabetes.

B) - ERRADA. No diabetes tipo 2, o corpo geralmente continua produzindo insulina (usualmente em quantidades menores conforme o tempo passa); o maior problema é que o organismo passa a se tornar "insensível" à ação do hormônio, por isso o diabetes se instala. No diabetes tipo 1, não é que "insulina não funciona direito" - o certo é que não há insulina para começo de conversa!

C) - ERRADA!. Diabetes não tem nada a ver com sexo, cor da pele, orientação sexual ou religião.

D) - CORRETA!. Nem precisa de muitas explicações: tudo o que está escrito nesta alternativa é correto!

Pergunta 3: Quais destas opções dificultam controlar a quantidade de açúcar no sangue?

Nesta questão, tudo o que tiver como resposta "NÃO!" é indicado para controlar melhor o diabetes; fuja do que estiver marcado com "SIM!"!

  • Perder peso: NÃO! (porque perder peso FACILITA controlar a quantidade de açúcar no sangue :) )
  • Comer sem moderação: SIM!
  • Praticar atividades físicas: NÃO!
  • Manter-se sedentário: SIM!
  • Comer fast-food: SIM!
  • Ingerir bebidas alcoólicas: SIM!
  • Usar insulina: NÃO!
  • Checar a glicemia várias vezes ao dia: NÃO!



Créditos

  • Roteiro e Consultoria Científica: Centro de Pesquisas em Obesidade e Comorbidades - OCRC - UNICAMP
  • Ilustrações: Mari Heffner - www.behance.net/mariheffner
  • Apoio: FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), GGBS (Grupo Gestor de Benefícios Sociais/UNICAMP), UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas)